Entendendo a tábua de marés para curtir as piscinas naturais

Uma coisa im-por-tan-tís-si-ma para todos os visitante de Porto de Galinhas: entender a tábua de marés.

A maré é influenciada pelas fases da lua, local e horário em questão e para aproveitar legal as praias, vale checar antes!

Quem vai curtir as piscinas naturais de Porto de Galinhas tem que ir na maré baixa, seca. É importante checar diariamente, uma vez que sempre vai existir uma diferença de cerca de 30 minutos nos horários da maré de um dia para o outro.

Fizemos um gráfico para ajudar a entender!

tabua-das-mares-04-04-04

A maré alta está marcada com as “setinhas” para cima e a maré baixa, para baixo. Em Porto de Galinhas, a escala varia, geralmente, entre 0.0 (mínima) e 2.5 (máxima).

Se você pretende conhecer a famosa piscina natural em forma de mapa do Brasil na quinta-feira, por exemplo, se prepare para a parte da manhã, quando a maré estará baixinha às 08h. Às 14:11 seria impossível visualizar esse presente que a natureza emprestou para Porto de Galinhas.

Como existe uma variação diária da maré, o segredo é checar diretamente no site da Marinha no Porto de Suape. É só clicar aqui que a gente te manda diretamente pra lá! Mas se você for desses que gosta de tudo na mão, é só checar na recepção do Hotel Armação ou do Kembali Hotel. Todos estarão prontos para te ajudar.

Então estamos combinados, né? Ninguém tem desculpa para perder um dos passeios mais incríveis da região!

Surf em Porto de Galinhas

É pra surfar? Então vem pras ondas de água morna!

Água morna, boas ondas, fundo de pedra e areia. O litoral Sul de Pernambuco reúne os picos preferidos para quem pratica o surf. Em Ipojuca as praias de Maracaípe, Cupe, as direitas de Porto de Galinhas e Serrambi são os melhores points da tribo que curte esse esporte incrível.

surf-praia-maracaipe
Maraca Storm, evento de surf que acontece todos os anos em Maracaípe.

 

O período de boas ondas nessas praias compreende os meses de março e julho. Em Serrambi as ondas chegam até seis pés. Maracaípe e Cupe, onde o acesso é mais fácil, o fundo de areia e a constância de ondas acabam atraindo mais surfistas. As ondas são mais “gordas” durante maré cheia e “buraco” com o mar seco. No entanto, esses points quebram melhor durante as marés secando ou enchendo. Tem sempre uma brincadeira dentro d´água.

As praias acabam atraindo quem pratica e quem é simpatizante do surf. O paraíso tem estrutura para quem quer apenas contemplar as ondas, com bares, restaurantes e pousadas para todos os gostos e bolsos. Tem até aulas de surf em alguns locais, como no Pontal de Maracaípe, onde as ondas são menores, com uma linha melhor e não existe tanta correnteza. É perfeito para quem é iniciante.

praia-maracaipe-bar-marcao

As praias de Ipojuca sediam sempre eventos de surf. É que Pernambuco hoje possui cerca de 50 mil praticantes do esporte e mais de 300 atletas que competem regularmente nos eventos. São etapas municipal, estadual e nacional que acontecem nas águas mornas de Ipojuca.

Para a criançada, tem escolinhas de surf na praia do Borete, bem perto do centro de Porto de Galinhas e também em Maraca (como carinhosamente é chamada a praia de Maracaípe).

escolinha-de-surf.jpg
A escolinha de surf é diversão garantida para os mini surfistas.

Pra quem não sabe, o surf é o esporte aquático mais praticado no mundo e dizem por aí que não há nada que um dia de surf não cure! Se é assim, boas ondas!